|   Jornal da Ordem Edição 3.693 - Editado em Porto Alegre em 28.07.2021 pela Comunicação Social da OAB/RS
|   Art. 133 - O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei. Constituição Federal, 1988
NOTÍCIA

11.06.21  |  Advocacia   

OAB/RS garante o afastamento de policiais militares que agrediram e quebraram a credencial de advogado no Presídio Central

Após uma reunião realizada na manhã da segunda-feira (7), o presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, garantiu o afastamento dos policiais militares envolvidos na agressão ao advogado Ismael Schmitt até que sejam finalizadas todas as investigações do caso. A solicitação foi feita diretamente ao Secretário de Administração Penitenciária, Mauro Hauschild, ao Diretor da Cadeia Pública de Porto Alegre, Carlos Magno e ao superintendente da SUSEPE, José Giovani de Souza. A presidente da Comissão de Defesa e Assistência, Karina Contiero, e o conselheiro seccional, Leonardo Lamachia, também estiveram presentes.

Na última quinta-feira (3), Ismael foi arbitrariamente agredido, algemado e teve a sua credencial da OAB/RS quebrada no estacionamento da Cadeia Pública de Porto Alegre (Presídio Central). Desde o início do caso a presidente da Comissão, Karina Contiero, acompanhou o advogado.

Clique aqui para acessar a notícia sobre o caso.

No encontro, Breier reiterou a importância de que os fatos sejam devidamente apurados e ressaltou a necessidade de manter a OAB/RS informada de imediato de todos os procedimentos e atos durante o andamento. O secretário da Administração Penitenciária, Mauro Hauschild, mostrou compreensão à demanda e, ao lamentar o infortúnio do acontecimento, destacou que “a SEAPEN vai dar prioridade ao caso, para que seja elucidado o mais rápido possível, pois visamos sempre melhorias nos procedimentos para evitar que tais ocorrências aconteçam.”

O diretor da Cadeia Pública de Porto Alegre. Carlos Magno, atendeu o pedido da Ordem gaúcha imediatamente. Os policiais militares serão afastados até que seja finalizada a sindicância sobre o caso.

Breier também reforçou a inadmissibilidade a arbitrariedades desse tipo: “Contamos com a Secretaria de Administração Penitenciária e com a Diretoria da Cadeia Pública para que todas as providências necessárias sejam tomadas. É necessário o afastamento dos policiais militares para que possamos exemplificar a necessidade de mudança de uma cultura. Não podemos permitir que aqueles que pratiquem autoritarismo dessa ordem fiquem impunes. Quebrar a carteira profissional de um advogado é uma ofensa direta a toda a advocacia.”, pontuou Breier.

Confira aqui o ofício entregue ao secretário.

Fonte: OAB/RS

BOLETIM INFORMATIVO. CADASTRE-SE!
REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Instagram
Facebook
Twitter
(51) 3287.1800
Redação JO: Rua Washington Luiz, 1110, 13º andar - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS   |   comsocial@oabrs.org.br
© Copyright 2021 Ordem dos Advogados do Brasil Seccional RS    |    Desenvolvido por Desize

ACESSAR A CONTA


OABRS:   *
Senha:   *
Esqueci minha senha  |  Novo cadastro